Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





os medronheiros

por aquimetem, em 26.07.07

Santuário de N.S. da Graça

          Sempre que o fogo consome a floresta do Monte Farinha, antes que de novo o homem volte a  reflorestá-lo, surge a vegetação espontânea onde  o medronheiro ocupa particular destaque. Infelizmente já observei e comentei este facto por várias vezes, sem que entretanto os incendiários tenham sido eliminados da cena nacional.

          O pinheiro bravo que o Estado Novo veio impor ao povo e à paisagem na década de 30 do século passado, tomou o espaço que era da flora característica da região. A carqueja, a giesta, a urze, o feto e  o tojo foram abafados pela munha (= rama do pinheiro). Neste cenário apenas os arbustos mais resistentes como a torga e o medronheiro lutam pelo seu espaço natural, de tal modo que quando os fogos acontecem as  primeiras plantas a imergir das cinzas são precisamente estas duas. E é curioso que no caso dos medronheiros havia até posturas da Junta de Paróquia para porteger a árvore, como esta de 18 de Maio, de 1882:

          <Art. 7º - É proibido cortar, arrancar ou de qualquer modo danificar os medronheiros nascidos nos baldios paroquiais, sob pena de 1$000 reis por cada árvore danificada sendo o minimo da multa 3$000 reis.

            § - Quando em juizo não possa verificar-se o número de árvores cortadas, provada que seja a infracção, aplicar-se-á a multa fixada de 10$000 reis.

            Art. 8º - Quando a Junta entender que é conveniente a poda ou corte de alguns medronheiros, avisará  para isso os moradores  interessados  e determinará a   forma porque se  há-de  fazer a poda ou corte.

             § único - O morador  que sendo avisado, não comparecer, ou não mandar quem o substitua pagará  a multa de 600 reis.

             Art. 9º - A Junta de Paróquia designará  anualmente  a época  em que deve começar a colheita dos medronhos nos baldios  paroquiais, e aquele que antes dessa época fizer a dita colheita, paggará de multa 2$000 reis e perderá  em benefício da paróquia os medronhos que tiver colhido ou o seu valor.

            § único - Depois de aberta a colheita  os medronhos  serão colhidos  à proporção que foram chegando  ao devido gau  de maturação sob pena de 5$000 reis, que pagarão os que colherem medronhos verdes.

            Art. 10º - É proibido apanhar medronhos nos baldios  paroquiais aos que nos ditos baldios não tenham  direito, uso ou posse  sob pena de 5$000 reis por cada infractor e perda dos medronhos colhidos ou do seu valor em beneficio da paróquia>.   

             Não com todo este rigor, mas é tempo de recomendar aos romeiros que não devem danificar as plantas que dão beleza ao Monte Farinha, sobretudo os medronheiros.  

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                             

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45


1 comentário

Imagem de perfil

De maripossa a 13.08.2007 às 18:42

Olá Amigo. Acho que comentei a algum tempo atrás sobre esta beleza, que é o Monte Farinha" e seus medronheiros, pois a Sr. da Graça tem uma beleza impar, como falei vi à uns anos atrás esse monte ser devastado pelo fogo, onde o combatemos lá sem parar, espero vê-lo assim durante toda a vida e longe os incendiários maldosos. Os meus comprimentos de amizade

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D