Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Também é dia de votar

por aquimetem, em 19.01.11

          No próximo domingo, além do acto eleitoral que em todo o País vai decorrer para as Presidenciais, em Vilar de Ferreiros vai haver ao mesmo tempo a tradicional festa de São Sebastião que tem na bênção do pão o seu quê de curioso e muito original. 

          Do festejado, adianta a Enciclopédia Livre Wikipédia: " São Sebastião (França, 256 d.C. - 286 d.C.) originário de Narbonne e cidade de Milão,  foi um mártir e santo cristão, morto durante a perseguição levada a cabo pelo imperador romano Diocleciano. O seu nome deriva do grego sebastós, que significa divino, venerável (que seguia a beatitude da cidade suprema e da glória altíssima".  

          Com uma rica capela de alpendre e adro miradouro sobre a Ribeira Velha, este santo que canonicamente a Igreja festeja a 20 de Janeiro, goza de especial devoção por parte dos fieis cristãos de São Pedro de Vilar de Ferreiros, sendo disso testemunho a tradicional festa que no seu dia, ou no domingo mais próximo, fazem todos os anos em sua honra. Evento que, como foi dito, este ano é festejado no próximo domingo dia 23, com o seguinte programa: Ás 09h30, Missa festiva, presidida pelo pároco, Sr. Padre Correia Guedes, que será coadjuvado por um seu dilecto conterrâneo, natural de Torgueda-Vila Real, que se Deus quiser em breve será também sacerdote, o diácono Hélder Libório, a quem caberá fazer o sermão da festa. Finda a Eucarístia que é precedida da bênção do pão, tem inicio a procissão à volta de Vilar com o andor do Santo para no regresso se assistir ao leilão das ofertas e do pão benzido

 

           A história do pão benzido tem a ver com a fornada que certas pessoas piedosas cozem para ofertar na festa de  São Sebastião. O pão é levado em cestos  até ao alpendre da capela, onde antes do inicio da missa é benzido pelo sacerdote. Para depois com outras ofertas ser ali disputado no fim da procissão em renhido leilão. Vale a pena  lá ir ver, mas não se esqueçam que também é dia de votar         

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:46


6 comentários

Sem imagem de perfil

De mg a 20.01.2011 às 00:40

Bonito esta benção do pão. Não conhecia esta festa de São Sebastião.
O leilão depois , é para angariar algum dinheiro para as obras de restauro...está visto...um pouco á moda do pessoal da Bajouca!
Curiosa a explicação do nome de São Sebastião derivar do grego, Sebastós, Divino, Venerável...
Gostei e o conterrâneo está um expert, nestas derivações...
Imagem de perfil

De aquimetem a 20.01.2011 às 10:07

Tanto a cerimónia como a festa em si merece apreço, mas a época em que ocorre não ajuda a muito reboliço. E este ano pior, pois é dia de eleições. Vai ser apenas durante a manhã com o programa que dei.
Imagem de perfil

De jts a 20.01.2011 às 19:48

Meu caro "Costa Pereira", que lindo era antigamente participar nas festas de S. Sebastião...
Era dos santos mais populares desta vila... ainda lá está a capelinha no lugar a que o santo deu o nome . Festas é que não há; a última que me recorde era eu ainda criança...
Muitos parabéns para o Pe. Manuel Joaquim Correia Guedes, que celebrou há dias os 50 anos na paróquia de Vilar de Ferreiros e ainda tem energia para continuar com os seus paroquianos. Um grande abraço,
Teixeira da Silva
Imagem de perfil

De aquimetem a 20.01.2011 às 20:58

Caro confrade , as coisas lindas da nossa terra nunca se deviam deixar perder. As festas e romarias que foram o encanto dos nossos antepassados mereciam ser considerados tesouros, que são, pois constituem parte do património histórico e cultural de cada terra e região. Eu com sinceridade não pude testemunhar muitos desses eventos da nossa juventude, somos da mesma idade , porque cedo deixei a terra, mas ainda me recordo bem da festa de Ascensão, no Iteiro ", à 5-feira ; e da festa do Coração de Jesus, em Domingo de Ramos, também em Vilar de Ferreiros. Da de São Sebastião, muito mal, só mais tarde e em visita a Vilar assisti a uma ou duas festas. A época não é convidativa.Mas tenho muita devoção a este Santo cujo local onde foi marterizado já visitei em Roma : as Catecumbas de São Sebastião. Muito obrigado pela sua visita e felicitações ao Sr. Padre Guedes, ele bem no merece.
Sem imagem de perfil

De anonima a 01.02.2011 às 15:42

Olha o S.Sebastião
em seu andor, todo ufano!
O tempo azul desta aldeia
acorda uma vez por ano.

António Cabral
Imagem de perfil

De aquimetem a 02.02.2011 às 16:26

Só de saber António Cabral inspirar-se em São Sebastião me deu grande satisfação. E acrescento: Se ainda fisicamente existisse, convidava-o a visitar a igrejinha de São Sebastião , em Vilar. Seguro que o notável poeta duriense não deixaria de lhe dedicar um dos seus poemas em exclusivo.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D