Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Não é o nosso...

por aquimetem, em 29.09.08

Casa do Canto, em VS, junto à Casa de Camilo

           Como paróquia só depois do século XIV é que Vilarinho de Samardã aparece. Todavia já nas Inquirições de 1220 este Vilarinho é citado em documento afecto a Santa Maria de Adoufe. É também suposto que no território desta freguesia teriam existido dois pequenos concelhos (termos) durante os séculos XII e XIV: Antela (foral de 1255) e Codeçais (foral de Setembro de 1257).

          Recorde-se que em 1530 ainda os três principais lugares que actualmente pertencem à freguesia ( Benagouro, Samardã e Vilarinho "d'Arufe") ainda estavam incluídos na freguesia de Adoufe, mas em 1721 (Relação de Vila Real e seu Termo) já Vilarinho de Samardã aparece como freguesia autónoma. Fonte: História das Freguesias do Concelho de Vila Real. de Ribeiro Aires. 

      Mas o que é que tem a ver Vilarinho de Samardã com Vilar de Ferreiros? Perguntam os meus amigos, e  eu respondo: Aqui há uns dois ou três anos atrás, um meu dilecto conterrâneo, mandou por um mensageiro, nosso comum amigo, cópia de um documento cuja origem desconheço, pedindo a minha colaboração no que respeita à identificação e localização geográfica do Vilarinho constante no documento em causa. Sucede que entretanto perdi o documento e nunca mais me lembrei de tal assunto. Há dias ao remexer nos meus arquivos tive a sorte de encontrar o dito documento, o qual  desde já aproveito para  divulgar,  informando que diz respeito a Vilarinho de Samardã. Como prova basta recordar que fica "no termo de Vilarinho que se chama Antela" e "vai pela Portela de Égua, água vertente contra Covelo". Este Covelo é um lugar que ainda hoje existe e partilha Vilarinho de Samardã (Vila Real) com Telões (Vila Pouca de Aguiar). Além disso faz  referência à "festa de São Martinho" que é o padroeiro da freguesia. E tudo isto " na Terra de Panóias".

          Temos assim que este Vilarinho em destaque, ao contrário do que alguém possa pensar nada tem a ver com a aldeia do mesmo nome existente na freguesia de Vilar de Ferreiros (Mondim de Basto). O documento a ser autêntico apenas diz respeito a Vilarinho de Samardã, o que me foi mais fácil analisar do que averiguar um pouco acerca da história da Casa do Canto, de Vilarinho de Samardã, que junto à Casa de Camilo desperta curiosidade.

Fotocópia do documento.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:06


7 comentários

Sem imagem de perfil

De Maria da graça a 30.09.2008 às 19:43

Este documento realmente é uma reliquia histórica. Vem mostrar que Vilarinho de Samardã, além de ser famoso por causa de Camilo, tem um passado ligado muito directamente ao começo da nossa monarquia.
Interessante aquela descrição da entrega aos amos, dos produtos das colheitas pelo época de S.Miguel, em fins de Setembro, e até ao S.Martinho;o que ainda hoje se costuma assim definir: o S.Miguel das colheitas.Emociona pensar que naquele tempo já se passava assim e tão perto das nossas terreolas.
Daqui se tira ,que é por isso que de Vilarinho de Samardã vêm pessoas com dotes invulgares.
Como é que o meu amigo vai descobrir estes testemunhos?
Imagem de perfil

De aquimetem a 30.09.2008 às 21:10

Boa pergunta! Mas repare minha amiga: as coisas sucedem casualmente...quando se faz por isso. Também no caso das cerejas...Aqui não fora uma tal Gisela Santos - dentro de momentos vou ao aeroporto levar a minha Gisela que parte hoje para Angola - certamente que nunca chegaria a falar de vilarinhos com tanto empenho. Já percebeu? Mais um abraço
Sem imagem de perfil

De maria da graça a 15.10.2008 às 13:35

Pois é isso,acerca deste documento sobre as distribuições e demarcações das terras de Vilarinho de Samardã, e no tempo do rei Afonso,é realmente uma coisa historica e muito curiosa; mas informo o amigo de que a Gisela Santos foi sempre uma mulher amiga da justiça, sempre a querer salvar o mundo,muito amiga de todos e muito sã, amiga do peito como quase todos os transmontanos; mas sempre demasiado refilona.Chamamo-la de Comandante até.Mas merece estar no blog ,pois é também muito autêntica e hoje em dia é uma raridade.
As conversas são realmente como as cerejas.
Espero que a sua Gisela se esteja a dar bem, lá por África.
Um abraço
Imagem de perfil

De aquimetem a 15.10.2008 às 16:02

Já me apercebi há muito da existência dessa virtude a fazer notar-se no comportamento social dessa senhora. Mas olhe que só lhe fica bem, até na imagem, pese não a conhecer pessoalmente. E a Maria da Graça, conhece-a? Dê-lhe um respeitoso abraço meu.
Se as Giselas , é um facto, têm vocação para líderes olhe que as Marias da Graça não lhe ficam a dever nada. Uma que eu sei até parece igualzinha...
A minha filha está bem, se calhar daqui a pouco vou-lhe fazer uma visita, para o ano se Deus deixar. Um meu abraço.
Sem imagem de perfil

De maria da graça a 15.10.2008 às 16:44

Que tenha muita saúde e força para ir até África; mas não deixe aqui abandonados, a Sra. da Graça, Santiago,Vilar de Ferreiros, a Folha etc., pois o pessoal todo gosta de ter noticias e já estão habituados a vir espreitar para os seus blogs; embora que o Senhor peça muitas vezes uns tostõesinhos p`ros Santinhos.Nem tudo podem ser rosas.
Continue conterrâneo,Deus o ajude.
Sem imagem de perfil

De Nelson a 11.05.2010 às 23:39

Boas!!!!
Estive a dar uma olhada rapida e gostava de pedir uma copia desse documento, se possivel com mais qualidade, pois sou de Vilarinho de Samardã e tento guardar algumas das "perolas" que encontro na net, e ao mesmo tempo preservar as perolas da aldeia.
Se for possivel deixo o meu emai: nene.hope@hotmail.com
Desde ja fico - lhe grato
Cumprimentos
Imagem de perfil

De aquimetem a 12.05.2010 às 23:34

Já lhe respondi por e-mail. Colaborar na divulgação e protecção da história local é um serviço em prol da Cultura e da História de Portugal, e não só. Os meus parabéns.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D